Paternidade: Alimentação na Gravidez

Assim que o assunto gravidez passa a ser uma realidade, e até à primeira consulta, é muito importante controlar bem os alimentos e as refeições que a grávida ingere.

Para além de existirem alimentos que a grávida não deve ingerir, e outros que podem gerar enjoos, há outros que só pode ingerir depois de garantido que está em realmente boas condições ou desinfectados.

A Associação para o Planeamento da Família indica alguns alimentos que a grávida deve ou não ingerir.

Alimentos Recomendados durante a gravidez

  • ovos, carne, peixe (fornecedores de proteínas);
  • leite, iogurte, queijo e manteiga (fornecedores de cálcio);
  • ervilhas, feijão, grão (também fornecedores de proteínas vegetais indispensáveis ao feto);
  • fruta e vegetais em todas as refeições (fornecedores de vitaminas e sais minerais);
  • e, claro, água!

Alimentos a Evitar durante a gravidez

  • doces e bolos;
  • café, chá, álcool e bebidas com gás;
  • mariscos (risco de salmonelas);
  • carne mal passada (risco de toxoplasmose);
  • queijo fresco de leite não pasteurizado (risco de brucelose).

Desinfectar Saladas ou Frutas

As saladas e frutas passam a ser um “fruto proibido” fora de casa. Todos os ingredientes da salada devem ser bem lavados em água corrente, e colocados de molho numa solução de água com vinagre (ou Amokina).

Exceção à Regra

Obviamente que cada gravidez é única. E como tal cabe à grávida decidir o que prefere, ou consegue, comer. Não podemos ser extremos na limitação, mas também não devemos descurar no cuidado com a qualidade dos alimentos.